Teve início em 1º de fevereiro umanova forma de relacionamento com instituições

bancárias e financeiras, interpretada como uma verdadeira revolução no setor: é o
open banking, ou sistema financeiro aberto.
O serviço será implementado em quatro etapas e permitirá uma revolução na relação
do cidadão com suas finanças e para as diversas empresas que operam no sistema
financeiro:

 Fase 1 – 01 Fevereiro de 2021 – Compartilhamento entre as instituições
financeiras de informações básicas, como canais de atendimentos, produtos e
serviços e taxas ofertados, etc. Os consumidores ainda não participam desta
etapa.
 Fase 2 – 15 de Julho de 2021 – Compartilhamento entre as instituições
participantes de dados cadastrais, informações de conta corrente e prática de
tarifas e taxas dos clientes.
 Fase 3 – 30 de Agosto de 2021 – Compartilhamento de dados de serviços de
transações de pagamento e propostas de operação de crédito
 Fase 4 – 15 de Dezembro de 2021 – Compartilhamento dos demais dados,
como investimentos, fundos previdenciários, seguros, câmbio, entre outros.

O mercado avalia uma série de vantagens para o consumidor final, a principal é a
possibilidade de ter maior autonomia na gestão do seu dinheiro e mais opções de
escolha por que, com a implementação do Open Banking e a concessão de acesso
dos seus dados pessoais, transacionais, produtos e serviços consumidos, etc, que
antes se restringia a instituição com a qual se tem relacionamento aos diversos
bancos, instituições de pagamentos e fintechs que operam no mercado, estas
instituições passarão a ter capacidade de ofertar produtos e serviços com o mesmo
nível de conhecimento sobre os seus hábitos que a instituição atual, promovendo
ofertas específicas e personalizadas, como linhas de crédito com taxas mais
amigáveis, cartões de crédito com limites adequados e pacote de serviços agregados
conforme perfil de uso, por exemplo.
Com isso, além de não estar mais “preso” a sua instituição financeira de origem, o
cidadão finalmente vai ter opções de escolha com critérios de igualdade e conseguir
decidir o que é melhor para o seu dinheiro optando pela melhor oferta para cada
situação. A tendência é a de que o sistema fique mais competitivo e, de quebra,
mais justo e barato já que facilitará a atuação de novos players.
Toda essa troca de informações acontecerá via APIs (Application Programming
Interface) – um conjunto de rotinas e padrões que permitem a integração entre dois
sistemas sob normativas e supervisão do Banco Central e somente com a autorização
do cliente. As APIs possibilitarão migrar dados de uma instituição para a outra de
forma segura e instantânea abrindo diversas possibilidades de atuação.

Já as empresas que operam com serviços financeiros em geral, ganham
justamente por passarem a ter mais conhecimento dos consumidores lhes
permitindo serem mais competitivas e ofertarem uma maior variedade de
produtos de forma customizada e de acordo com a necessidade real de cada
consumidor.

Na prática, é como se qualquer empresa pudesse funcionar com poder de banco.
Hoje as soluções via APIs do FitBank já permitem a diversas empresas automatizarem
a gestão de pagamentos internamente, efetivar um sistema de tesouraria online e
ofertar contas digitais para seus funcionários e demais stakeholders. Em breve, será
possível “entrar” no sistema financeiro, competindo com os grandes players que já
atuam no mercado permitindo maior independência e possibilidades de negócio.

Eis mais um motivo para transformar sua empresa em uma administradora de serviços
de banking e rentabilizar as necessidades por serviços e produtos bancários dos seus
funcionários, clientes e prestadores de serviços.

Já pensou nas possibilidades que o Open Banking pode trazer para a expansão dos
seus negócios?
As contas digitais do FitBank possibilitam o gerenciamento, conciliação, autorização,
automação dos fluxos de pagamentos e a consolidação de transações financeiras em
tempo real, e oferecem modelos de pagadoria para que as empresas atuem como
instituições bancárias dentro de seus ecossistemas ou até mesmo promovendo esses
serviços para o consumidor final.
Fale com a gente e conheça o nosso portifólio de soluções já existentes e todas as
oportunidades de negócio que o novo sistema pode trazer para a sua empresa.

FitBank: poder de banco para o seu negócio.

Assine a newsletter do FitBank e fique por dentro das novidades do mercado financeiro e de tecnologia. É rapidinho.