Fone: +55 11 3031 0980|E-mail: contato@fitbank.com.br

Empresas de médio e grande portes já perceberam que os serviços de tesouraria são os mais delicados: erros nesta área são considerados muito prejudiciais para o negócio e, ao mesmo tempo, é muito oneroso manter um departamento com profissionais voltados a todas as atividades – lançamentos fiscais, obrigações tributárias, folha de pagamento, controle de recebíveis… Já pensou em automatizar tudo isso?

Se você é mais conservador, talvez não tenha levado em conta as possibilidades da automatização de tesouraria, mas muito provavelmente já cotou com um ou dois escritórios o valor para terceirizar sua assessoria contábil.
Percebe a incoerência?

Em vez de entregar estes procedimentos de maneira rápida, segura e escalável para softwares programados de acordo com suas exigências, você prefere entregá-los para uma outra empresa fazê-los. Lá, as chances de erros também existem e os custos operacionais tendem a aumentar.

Este post tenta desmistificar alguns preconceitos a respeito da automatização de tesouraria. Vamos aos principais:

“Perderei controle sobre meu dinheiro”
Muito pelo contrário.

As fintechs dispõem hoje de softwares robustos e intuitivos que dão mais autonomia ao empresário, aos gestores e aos colaboradores. Em outras palavras, dão poder de banco para sua empresa.

Em vez de dar a folha de pagamento aos cuidados de um banco, por exemplo, agora a folha pode estar em seu poder e, melhor, com aplicativos em que os funcionários monitoram os lançamentos em tempo real.

Um bom sistema de tesouraria digital pode lhe permitir antecipar recebíveis, controlar outros pagamentos e até ordenar as notas fiscais – uma das tarefas mais trabalhosas.

“A automatização sairá caro”
Outro mito.

Entre o custo da implementação do sistema em si e o fim das perdas por erros humanos e/ou materiais, a estimativa é de economia de recursos da ordem de 20% a 25% já nos primeiros meses de automatização.

A lógica é simples: os profissionais que hoje estão dedicados a serviços burocráticos e obrigações fiscais poderão ocupar outras funções – ou o departamento poderá ser otimizado.

Ao mesmo tempo, o sistema irá alertá-lo de maneira escalável e integrada a suas movimentações financeiras sobre o melhor destino para cada recurso e a possibilidade de novos investimentos. É praticamente um serviço de consultoria, só que permanente e custeado uma vez só.

“Terei que automatizar tudo”
Não é bem assim.

Como dissemos, é possível modernizar somente a folha de pagamento, por exemplo, ou criar um próprio sistema financeiro para seus colaboradores e fornecedores, sem levar todos os setores para a transformação digital. Se uma das áreas de sua empresa funciona muito bem sem a automatização – como o setor de compras – não é preciso universalizar toda a migração e sim fazê-la de maneira compartimentalizada.

“Será muito difícil entender como o sistema funciona”
Não é verdade.

A programação será feita de acordo com a sua necessidade, adequando-a ao perfil dos profissionais que vão trabalhar com a alimentação dos dados.

Ah, e por falar em dados, chega de ocupar tanto espaço com papel e arquivos – os documentos ficarão digitalizados em nuvem e por muito mais que os “cinco anos” que as empresas adotam por precaução.

Desmistificados todos esses preconceitos, prepara-se para aumentar seu vocabulário quando o assunto for a tesouraria da sua empresa.

A partir de então, você passará a trabalhar apenas com certificados digitais que validam processos digitalmente; também lidará com robôs que encurtam e otimizam caminhos, os Robotic Process Automation (RPA); sua empresa poderá antecipar eventos que costumavam tirar o fluxo de caixa do rumo, por meio de algoritmos que mapeiam o perfil de consumo e entradas; terá ainda condições de atuar com blockchain e smart contracts – contratos inteligentes e imutáveis que são armazenados de maneira criptografada.

Só viu vantagens?

Pois é, o FitBank, fintech líder na automatização de tesouraria e gestão de meios de pagamento no Brasil, conhece bem esse novo ecossistema, e pode ajudar sua empresa a entrar de vez na revolução digital. Seus consultores estão prontos para apresentar o melhor plano a pequeno, médio e longo prazos e que, ao final, lhe permitirá gastar mais tempo com o que realmente importa: as estratégias para ver seu negócio crescer.

Assine a newsletter do FitBank e fique por dentro das novidades do mercado financeiro e de tecnologia. É rapidinho.