Fone: +55 11 3031 0980|E-mail: contato@fitbank.com.br

Como pessoas físicas, já nos habituamos a usar diferentes meios de pagamento, sem nos darmos conta de que abandonamos o dinheiro em espécie há muito tempo.

Exemplos muito conhecidos são os pagamentos via cartão de crédito e débito, sistemas de passagem livre pelos pedágios, que também valem para estacionamentos de shoppings e redes de fast food, transações via QR Code e caminhando para o pagamento instantâneo, projeto liderado pelo Banco Central que será implementado em 2020.

Se no dia-a-dia esses procedimentos alternativos já são tão comuns na rotina dos cidadãos, por que não apostar em modelos de gestão de pagamento automatizadas para as empresas?

Neste post, você conhecerá os principais benefícios de cada um deles e poderá abandonar de vez o mundo analógico na gestão de suas finanças. A ideia aqui, claro, é acelerar o roadmap da sua empresa, sempre com o propósito de otimizar tempo, recursos humanos e investimentos.

Como funciona?

Se até hoje sua empresa não aderiu a nenhuma automação da gestão de pagamentos, provavelmente ela funcione assim: os departamentos gerenciam suas despesa e receitas utilizando sistemas que não “conversam” com os bancos, ou então o fazem de maneira analógica, o que torna o processo moroso, caro e passíveis de erros.

Agora, imagine realizar todas as transações em um único ambiente de forma totalmente automatizada, escalável e sem a necessidade de fazer a conciliação ou ter que esperar os processos de liquidação bancários da forma atual como são realizadas.

Essa é a ideia de uma boa gestão de meios de pagamento, que dá maior flexibilidade, segurança, redução de custos e autonomia, proporcionando mais tempo e recursos para focar na atividade principal das empresas.

Tipos de serviço de gestão de meios de pagamentos

O FitBank oferece uma plataforma robusta e escalável que foi projetada para se adaptar as regras de negócios de cada cliente, oferecendo assim serviços altamente customizados dentro das necessidades financeiras.

A ideia é poder ajudar as empresas, que ficam sempre reféns das altas taxas dos bancos convencionais, a automatizar a gestão financeira /administrativa e monetizar em cima do ecossistema existente (funcionários, colaboradores, terceirizados, cooperados etc.)

Além da automação, também oferecemos serviços de pagadoria digital, emissão de boletos, smart escrow e integramos nossa plataforma via API nos ERPs já em uso nas companhias.

“Hoje, para as empresas, as transações financeiras ainda são muito analógicas, geram custo e envolvem diversos processos manuais que burocratizam o processo. O propósito do Fitbank é levar automação, segurança e tecnologia a fim de endereçar essas questões” diz Guilherme Meibak, diretor comercial do Fitbank.

Quais as vantagens?

O sistema bancário convencional, embora bastante seguro, é marcado pela inflexibilidade em suas transações.

De um modo geral, a cesta de serviços oferecida por cada instituição é limitada ao perfil de cada investidor ou empreendedor – e normalmente a autonomia e a resolutividade só são oferecidas a carteiras consideradas muito altas, com padrões de rentabilidade que destoam do perfil da maior parte dos correntistas.

Por causa disso, qualquer mudança nos serviços ou nas taxas requerem uma longa conversa com gerentes de relacionamento, o que atrasa a vida dos gestores.

Por meio da automação financeira, a empresa cria um atalho neste processo, porque as fintechs tem em seu core de atuação essas questões, proporcionando a melhor opção para cada tipo de cliente.

Em tempos de revolução digital, está mais do que na hora de não ser mais encarado como apenas mais um número no mundo financeiro – e sim utilizar transações ao nosso favor, criando receita e diminuindo erros operacionais.

Assine a newsletter do FitBank e fique por dentro das novidades do mercado financeiro e de tecnologia. É rapidinho.